Capítulo 14: Região Johto… Alola!

Capítulo 13 – Confronto no Mar!

Capítulo 15: Brilhante e Desafiante Olivine!

Após terem passado por estranhas aventuras no barco que os levava até à Cidade Olivine em Johto, eis que o grupo de amigos chega finalmente em terra firme.

– Finalmente Johto!
– Sr. Sabe-Tudo está empolgado!
– Claro que sim… aqui vou conseguir mais crachás!
– Leandro, nem penses que fico para trás!
– Entusiasmados, boa! Assim não levam multa!

Os quatro caem na risota após a estranha conversa que têm ainda no Porto de Olivine, até que aparece um homem junto deles, com um pequeno Corsola consigo.
– Ora bem, ora bem, se não são os treinadores que o Prof. Oak falou!
– Oh, olá Professor Elm!
– Menino Félix, vejo que está bem acompanhado, não o via há algum tempo.
– É verdade Professor, prazer em revê-lo…

– Olha lá… como conheces o Professor, será que dizes à malta?
– Ah… Barry, na verdade conheço o professor desde sempre…
– AHHHH é o paizinho do Félixi??
– Não Bianca… a minha mãe é assistente do Professor, acho que nunca calhou em conversa, mas eu sou de Cherrygrove, aqui de Johto!
– Ohhhh, interessante, assim somos todos de regiões diferentes, mas com um objetivo comum.
– Todos os Treinadores acabam por ter um objetivo comum meninos, é sempre interessante.
– Sim, é verdade, bem o professor conhece o Félix, mas não a nós… sou o Leandro da Cidade Viridian em Kanto.
– Olá professor… eu sou a Bianca, da Aldeia de Nuvema, em Unova! Bem longe!
– Estou a ver, estou a ver… e este jovem, filho do famoso Palmer, estou certo? Cérebro de Fronteira, o Feitor da Torre.

– AHHHH CORRETO PROFESSOR! NEM LEVA MULTA POR ISSO, sou Barry da Aldeia da Folha Verde… Sinnoh!
– Ora muito bem, apresentações feitas… estudo o crescimento dos Pokémon, tenho um pequeno laboratório em New Bark e fui aluno do próprio Prof. Oak.
– Hummm… professor? Vi um estranho Pokémon no barco, chamaram-lhe Meowth, mas ele era bem diferente dos Meowth que conheço…

– Ahhh intrigado por seres de Kanto e teres visto um Meowth diferente… terás uma ajuda para saber mais hoje!
– Uma ajuda?
– Sim, venho convidar-vos para o Festival Alola, o meu velho amigo avisou-me que chegavam hoje por isso estou aqui.
– Por pouco não chegávamos… o barco foi assaltado no caminho….
– Oh, valha-me Togepi… o Eusine falou-me num assalto, mas não sabia que tinha sido o vosso barco…
– Uns tipos, talvez os Galácticos, levaram umas coisas… algo sobre Ecruteak…
– Oh céus… pois não sei mais, terei de falar com o meu velho amigo Oak… sigam para o Festival será fácil de encontrar as barraquinhas na cidade, procurem pelo Prof. Kukui.

Nisto o Prof. Elm afasta-se, ele levava consigo um ar assutado bem diferente do ar descontraído que tinha quando começou a falar com os jovens treinadores. Eles por sua vez seguiram viagem e depressa encontraram vestígios do tal Festival Alola.

– Alola meus amigos, sejam bem-vindos!
– Alola? É o Professor Kukui?
– Exato, parece que a tua Agilidade é demais!
– Agilidade!? Bem, nós viemos a pedido do Prof. Elm
– Boa!! Jovens treinadores a caminho do sucesso qual Perícia Aérea!

Eles ficam a olhar para o Professor Kukui meio confusos, talvez pelos seus trocadilhos com os nomes dos ataques dos Pokémon… eles seguem o Professor até um local onde podem ver alguns Pokémon estranhamente diferentes e familiares ao mesmo tempo…

– Olha, olha… Sabe-Tudo, um Meowth daqueles…
– Professor… aquele Meowth?
– Formas de Alola! Estes Pokémon são conhecidos como formas ou variantes regionais de Alola… são alguns os Pokémon que depois de chegar a Alola sofreram alterações para se adaptar ao clima diferente da região. Alolan Meowth adquiriu o tipo Negro na sua adaptação, ficando assim!
– Wow, diferente… nem em Kalos vi coisas assim, e olhem que a região é distante também.
– Nativo de Kalos presumo?
– Não, por acaso sou de Sinnoh, mas visitei Kalos há algum tempo… até tenho o meu inicial Fenekkin de lá!

– Mais forte que Semente Bala, é mesmo assim…
– Desculpe… Professor… estou confusa, porque está sempre a falar assim?
– Lá vamos nós

Leandro nem deixa o Professor Kukui falar sobre o assunto, começa a rir-se descontroladamente devido ao comentário de Bianca…
– Que foi Sabe-Tudo?!
– Sonha-Alto só tu… é a forma do professor falar, cada um é como é…
– Félixi também não estranhaste?
– Sabes o meu nome, não é? Fazes o mesmo…
– Ohhh… verdade…
– O vosso amigo não tem uma alcunha? Parece que levou com o Raio Confusão…
– Ele é o Bófia… tá sempre com multas a jeito….

Os treinadores juntamente com o Prof. Kukui caem na risota. Eles acabam por seguir o professor até um pequeno ecrã onde ele apresenta melhor cada variante regional de Alola. Ele menciona que existem algumas variantes regionais também em Galar, apresentando-as também.

– Aproveitando que falo em Galar, apresento-vos Sónia
– Olá pessoas, eu sou a Sónia neta da Prof. Magnólia, prazer.

Era um vídeo onde Sónia falava brevemente sobre a região Galar, até que chega ao momento de apresentar a tecnologia em causa.

– Apresento o Rotom Phone, um smarphone que ganha vida com a ajuda de um Rotom fazendo assim coisas fascinantes.
– Obrigado Sónia pela breve apresentação de Galar, agora ao vivo… o Rotom Phone!

Ficam todos entusiasmados quando olham para o Rotom Phone, o aparelho que o Prof. Kukui tinha na mão parecia interessante.
– Os interessados, nada como um Ataque Rápido até àquela barraca!
– Vamos, vamos, também queroooo!
– Calminha, tenho uma prenda para vocês!
– Prenda?!
– Sim, o camarada Oak pediu para trazer 4 Rotom Phone para um grupo especial de treinadores… aqui têm, o vosso nome amigo Pokédex e estarão sempre comunicáveis!
– Obrigado!

Os quatro em uníssono agradecem pelo Rotom Phone, além de terem uma das versões mais atualizadas da Pokédex mundial, ainda contam com um aparelho de comunicação super interessante para falarem quando desejarem!
– Certamente uma Mão Amiga para todos!
– Mesmo bom professor, assim já posso saber mais.

Leandro aponta a nova Pokédex para o Alolan Meowth que estava no stand das variantes regionais, ficando a conhecê-lo melhor.

– Meowth, variante de Alola. Pokémon Gato Arranhão, do tipo Negro. Não é nativo de Alola, mas as pessoas trouxeram-no para a região. Eventualmente, a sua aparência mudou para o que vemos atualmente, são orgulhosos e astutos.
– Hora do Quiz Regional!

– Bianca, se vires um Galarian Meowth saberás de que tipo ele é?
– Aço, professor!

– Boa! Leandro, um Alolan Vulpix é puro Gelo. Verdadeiro ou Falso?
– Falso, ele tem tipo Fada como secundário…
– Não foste efetivo, Fada só aparece na evolução!
– Bolas…

– Barry, Alolan Marowak evolui do Cubone. Cubone tem variante de Alola?
– Não, Cubone não sofreu alterações!
– Ding-ding correto! Agora, Félix…
– Sim, professor!

– Mime Jr tem alguma variante regional?
– Tem, do tipo Gelo em Galar!
– Raio Confusão certamente… Mime Jr não sofreu alterações, apenas Mr Mime!

– Final entre Barry e Bianca! Barry, Alolan Raichu existe, quais os seus tipos?
– Alolan Raichu recebe o tipo Psíquico… mantém o Eletrico…

– Correto! Bianca, qual o tipo que substituiu o tipo Terra no Alolan Geodude?
– Eletrico, professor!
– Correto! Vamos ao Encore, toca a desempatar.

– Barry, Galarian Slowpoke é uma realidade… ele evolui para Slowbro, onde fica o Shellder nesta evolução?
– Fica no braço…. direi–too… acho…

– Errado! Se a Bianca acertar vence! Galarian Weezing é uma realidade… e quanto ao Koffing?
– Aiiiiii…. eu, eu,… acho…. ele não sofreu, hummm… alterações…

Bianca fecha instintivamente os olhos com medo de errar a resposta e ainda ter de levar com mais perguntas do Professor Kukui… Leandro e Félix entreolham-se com a certeza que ela venceu, mas não se manifestam!
– CORRETO!!! BIANCA VENCE, foi um verdadeiro Arremesso Sísmico! Toma, o teu prémio.

Professor Kukui estende para ela um ovo imaculado, branco como a neve. O seu prémio por ter acertado este rápido quiz sobre as variantes regionais pelo mundo.
– Parabéns Bianca!
– Obrigadinho Bófia, vocês também estiveram bem… é tão branquinho.
– Neve pura vinda de Alola, aprecia o teu novo amigo quando eclodir.
– Obrigado professor por esta rápida aventura!
– Espero que continuem a vossa jornada, sempre com uma Mão Amiga! Adeus!

Kukui despede-se do grupo que decide ir até ao Centro Pokémon de Olivine, onde têm uma breve conversa sobre aquilo que pretendem fazer a seguir.
– Bem, penso que é altura de despedidas…
– Sabe-Tudo, força para o teu combate de ginásio.
– Sonha-Alto cuida bem do teu ovo!
– Vamos cada um para um lado, mas agora temos o Rotom Phone!
– Verdade Barry, boa sorte a todos!
– Ao caminho, até breve!

Os quatro despedem-se e seguem os seus caminhos em separado, Leandro fica em Olivine e vê os outros partirem em direção à sua jornada. Qual será o Pokémon do ovo de Bianca? Só o tempo o dirá… a Liga Internacional vai-se aproximando…

Nota do Autor: na minha ideia original o festival que o grupo encontraria ao chegar a Olivine estava relacionado com Kalos, que era a região mais recente na altura. Mas com a introdução de duas novas regiões durante o tempo em que não escrevi a história, decidi fazer uma adaptação ao meu rascunho original para introduzir Alola e também Galar através dos Galarian e da intervenção de Sónia.

Espero que tenham gostado deste capítulo que, embora não tenha avançado na história, serviu para introduzir alguns elementos adicionais. Se correr tudo bem, no próximo dia 10 de julho teremos um novo capítulo disponível no site. Obrigado pela vossa disponibilidade.

Capítulo 13 – Confronto no Mar!

Capítulo 15: Brilhante e Desafiante Olivine!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *